sábado, 10 de julho de 2010

Uma REVI que funcionava

Material produzido pelo próprio IELUSC



Há muito tempo, em uma terra distante, existiam projetos experimentais que funcionavam de verdade no IELUSC. Projetos como a REVI/AEJ (Agência Experimental de Jornalismo).

Agora, sem ironia, é importante destacar que, em menos de três anos, estes projetos sofreram muitas alterações. Hoje, os bolsistas da Revi são orientados por apenas um professor, que não chega a ter 20 horas semanais para orientar os estagiários.

Em 2007, o trabalho de orientação era divido por quatro coordenadores. Como explicar este corte de profissionais em um ambiente de preparação acadêmica? Estes projetos deixaram de ser essênciais para o IELUSC?

De acordo com o novo coordenador de Publicidade e Propaganda, André Scalco, a REVI não precisa de mais do que um professor. Será? Por quê antes demandava deste trabalho e agora não precisa mais?

A resposta é sempre a mesma: "estamos no vermelho"

Vermelho? verde? amarelo? azul? são apenas cores, queremos vê-las acompanhadas de números em uma planilha oficial e justificada.

ABRA AS CONTAS IELUSC!

0 comentários:

Postar um comentário