sexta-feira, 21 de maio de 2010

Frente de Luta

Quase duas semanas se passaram desde a negação do possível aumento do transporte coletivo e, durante esse período, a Frente de Luta pelo Transporte Público promoveu palestras em escolas municipais, estaduais e particulares. A ideia do grupo é não deixar que a burocracia imposta pela Prefeitura esfrie o movimento.

Na última semana, o debate ocorreu no Colégio Estadual Jorge Lacerda, onde foram recebidos integrantes do Movimento do Passe Livre (MPL), do Diretório Acadêmico Cruz e Souza (Dacs), do Centro Acadêmico Livre de História Eunaldo Verdi (Calhev) e do Diretório Central dos Estudantes da Univille (DCE).

Alguns pontos principais foram debatidos em sala, como: interesses políticos, relação Prefeitura/Empresas de Transporte, relação público/privado, movimentos sociais, entre outros. Foi apresentado aos estudantes um breve histórico sobre os movimentos pelo transporte público.
A participação dos estudantes do Jorge Lacerda foi muito positiva, inclusive, para solucionar dúvidas comuns sobre um projeto público e gratuito de transporte. O debate também abordou problemas próprios do colégio, como a dificuldade para se formar um grêmio estudantil.
A insatisfação dos alunos em relação ao transporte coletivo esteve presente na maioria dos relatos. A preocupação dos jovens do Jorge Lacerda sobre outros setores públicos da cidade também foi um fato que chamou a atenção dos representantes do movimento. Estas experiências pessoais abriram brechas para que o debate continue.

A mobilidade urbana, assim como a saúde, moradia, segurança e educação são necessidades básicas, infelizmente e frequentemente, apropriadas pelas iniciativas privadas. Através de discussões, como a desta semana, mostra-se à população que a iniciativa pública pode e deve administrar estes setores. Assim como o lixo não é pesado e cobrado na porta de cada morador de Joinville, o transporte público também deve ser administrado pelo município. É neste sentido, que a Frente de Luta pelo Transporte Público convida a população para discutir um projeto de transporte que seja público, gratuito e de qualidade.

O movimento agradece a todos os estudantes e professores que colaboraram com os debates. Mais informações no barraroaumento.blogspot.com.

Frente de Lutas pelo
Transporte Público

0 comentários:

Postar um comentário